História

Em abril de 1912 chegavam ao Porto de Santos os navios Kanagawa-Maru e Itsukushi-Maru, trazendo ao Brasil as primeiras famílias de imigrantes japoneses originários da província de Mie. A partir de então, o número de imigrantes vindos de Mie foi crescendo a cada ano.

Já no ano de 1939, na cidade de Bastos, os imigrantes de Mie que lá estavam estabelecidos realizavam a Reunião de Amigos dos Originários de Mie. Anos depois, durante a crise econômica pós-I Guerra Mundial, no ano de 1953 Masakichi Kitamura fundava a Mieken Kaigai Kyokai Hakkoku Shibu, filial brasileira da associação que incentivava a emigração de pessoas de Mie para o exterior.

Logo depois, utilizando o nome de Mie Kenjinkai, a Mieken Kaigai Kyokai Hakkoku Shibu passou a atuar junto à comunidade de imigrantes japoneses. E assim foi seguindo, até finalmente em 1970 dar origem à Associação Cultural e Assistencial Mie Kenjin do Brasil. A sede atual, localizada à Avenida Lins de Vasconcelos, 3352, foi fundada sob o comando de Michinoshin Ishibashi no ano de 1990, e ganhou o “apelido oficial” de Mie Kaikan por seus associados.

Relações entre Mie e São Paulo

A província de Mie e o Estado de São Paulo possuem um acordo de irmandade. Com isso, o viaduto localizado na Rua da Glória, bairro Liberdade, foi nomeado Viaduto Mie Ken.

Missão

Representar a comunidade da província de Mie, promovendo a preservação e a divulgação da cultura japonesa no Brasil, assim como a cultura do Brasil no Japão.

Incentivar e apoiar iniciativas voltadas a esta finalidade, buscando assegurar que no futuro as novas gerações possam conhecer a cultura e os costumes do povo japonês.

Objetivos

  • Preservar e divulgar a cultura japonesa no Brasil em suas várias formas de expressão.
  • Valorizar a história, a cultura e a contribuição do imigrante japonês e seus descendentes no Brasil.
  • Promover atividades sociais, culturais, filantrópicas e assistênciais.
  • Estimular e apoiar ações no sentido de proteger a família, a infância, a adolescência e a velhice
  • Apoiar atividades que promovam ética, a cidadania e a justiça social.
  • Promover e incentivar atividades culturais em geral.